APA da Orla Marítima

A APA da Orla criada em 1988 pela Lei Municipal nº 1.272,de 06/07/88 ,abrange toda a orla marítima dos bairros do Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon, São Conrado e Barra da Tijuca, compreendendo as vias, as calçadas e as faixas de areia, numa extensão total de mais de 30Km. Os conjuntos urbano-paisagístico de Copacabana, Ipanema e Leblon são tombados pelo Estado do RJ desde de 1991, compondo um projeto paisagístico de autoria de Roberto Burle Max.

LOCALIZAÇÃO DA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO
O APA Da Orla está localizada na área litorânea da cidade do Rio de Janeiro, compreendendo os segmentos Leme, Copacabana, Ipanema-Leblon, São Conrado e Barra da Tijuca. Numa extensão de 248 há.

 

Vegetação
Devido à intensificação do uso e da ocupação, a cobertura vegetal primitiva praticamente nas praias e em suas vizinhanças. Originalmente, predominava a vegetação de restinga, existente junto a brejos, costões e lagoas. Restaram algumas espécies da cobertura original, situadas nos costões de São Conrado, como os cactos (Rhipsalis spp e Cactaceae), as orquídeas (Brassavola tuberculata), as quaresmeiras (Melastomataceae), as bromélias, figueiras dentre outras.Sendo a planta mais característica da região praiana, a murtinha (Eugenia copacabanensis), foi extinta. Somente em alguns trechos da Barra da Tijuca ainda podem ser encontradas espécies raras como feijão-de-praia (Ipomoea pescaprae), e o capim-de-praia (Sporobolus virginicius),também verificam-se espécies botânicas exóticas ornamentais,tanto na faixa de arenosa como em alguns trechos de calçada. Entre elas pode-se citar a casuarina (Casuarina esquisetifolia) e os algodoeiros (Hibiscos tiliaceus)

 

Fauna
A fauna foi afugentada se descaracterizando com a urbanização, praticamente se reduzindo às aves marinhas, aos peixes e crustáceos.

 

Principais problemas
I – Falta de manutenção periódica das cercas de proteção e da vegetação local;
II – Propagandas não autorizadas na área de restinga;
III – Estruturas montadas na praia sem autorização e fora das normas legais;
IV – Utilização de grama exótica invadindo área de restinga;
V – Invasão de área de restinga para posicionamento de cadeiras de praia.

 

Os principais atrativos
I – Banho de mar;
II – Prática de esportes aquáticas como surf e o windsurfe;
III – Local de pouso pelos adeptos da asa delta, que decolam da Pedra Bonita;
IV – Pratica de esportes na areia (vôlei, futevôlei, frescobol e futebol);
V – Ginástica em aparelhos disponíveis em áreas demarcadas;
VI – Postos de salvamento ao longo de toda extensão da orla, utilizados também como ponto de referência;
VII – Calçadas usadas para passeios, caminhadas e cooper, com bancos e quiosques para refeições;
VIII – Ciclovias ao longo de toda orla e bicicletários para todos que gostam de praticar tal esporte.

Projetos e Conscientização Ambiental
– Plataforma digital Rio+: construção do Lixuveiro;
– Retorno da Campanha Lixo na Praia é um saco: Instalação de displays contendo bobinas com sacos plásticos ecológicos;
– Retorno do Projeto Praia Acessível;
– Manutenção das cercas de proteção dos Remanescentes de Restinga;
– Implantação do Plano de Manejo da Orla Marítima;
– Implantação do Conselho Gestor da Orla Marítima;
– Integração e participação da sociedade com o órgão público
– Site da APA Orla Marítima;
– Divulgação do monitoramento das areias cariocas; eventos; programas; ações e projetos nas praias;
– Educação Ambiental: Panfletos, materiais e campanhas de Educação Ambiental, (Areia Carioca);
– Ordenamento das barracas de praia: Ponto fixo;
– Ordenamento das redes de Vôlei;
– Bicicletário no calçadão;
– Fiscalização mais efetiva dos quiosques;
– Aplicativo Partiu Praia: Este app para celular informa ao cidadão as condições de banho das praias do Estado do Rio de Janeiro, parceria com o Inea.

Barra da Tijuca
Barra da Tijuca
Copacabana
Leblon, Ipanema e Arpoador
Praia do Diabo, Arpoador, Ipanema e Leblon

A Secretaria de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro é o órgão central executivo responsável pela gestão, planejamento, promoção, coordenação, controle e execução da política de meio ambiente no município do Rio de Janeiro.

  • ENDEREÇO DO ÓRGÃO:
    Centro Administrativo São Sebastião – CASS

    Rua Afonso Cavalcanti, 455 – Cidade Nova – Rio de Janeiro/RJ
    CEP: 20211-110

    HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:
    9h às 18h

    ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
    (e-mail exclusivo para a imprensa)

    comunicacao.smac@gmail.com

  • DÚVIDAS, SERVIÇOS, INFORMAÇÕES OU DENÚNCIAS:
    ligue 1746.

    PORTAL:
    www.1746.rio